Buscar
  • Carla LOBAO - L' Services

A lei PACTE aprovada pelo Parlamento

11 de abril de 2019: adoção definitiva da lei PACTE pelo Parlamento

O projeto de lei PACTE, aprovado pela Assembleia Nacional em segunda leitura em 15 de março de 2019, contém um total de 74 artigos. Destas medidas, dez são particularmente emblemáticas e demonstram a vontade de financiar melhor as empresas e de as tornar mais justas, mais livres e mais inovadoras.


1. Simplificar os limiares aplicáveis

As obrigações ligadas aos limiares serão consideravelmente reduzidas e simplificadas a fim de criar um enquadramento jurídico mais favorável ao crescimento das PME (Pequenas e Medias Empresas.


2. Remover o pacote social sobre incentivos e contribuições

Os acordos de incentivo serão facilitados para as empresas com menos de 250 trabalhadores com a abolição do montante do pacote social.


3. Repensar o lugar da empresa na sociedade

O Código Civil e o Código Comercial serão alterados para reforçar a consideração das questões sociais e ambientais na estratégia e atividade das empresas.


4. Criar o seu negócio 100% online a um custo mais baixo

A vida dos empresários será simplificada através da criação de uma plataforma única em linha para as formalidades comerciais.


5. Facilitar o tempo e custos dos empresários

O tempo e os custos dos processos de liquidação judicial serão reduzidos e a sua previsibilidade melhorada.


6. Aproximar a investigação pública da empresa

O percurso profissional dos investigadores que desejem criar ou participar na vida de uma empresa será simplificado, a fim de reforçar as ligações entre a investigação pública e o sector privado.


7. Facilitar a difusão de uma empresa

O pacte de Dutreil será renovado para difusões gratuitas. A difusão de empresas aos trabalhadores e o financiamento da recuperação de pequenas empresas serão facilitados.


8. Simplificar e garantir a portabilidade dos produtos de poupança-reforma

Todos poderão manter e reabastecer os seus produtos de poupança ao longo da sua carreira profissional e a saída de capital será facilitada.


9. Apoio às PME nos mercados de exportação

O modelo de apoio à exportação será transformado através da criação de um balcão único na região, de modo a que o comércio internacional seja uma saída natural para as PME.


10. Proteger as empresas estratégicas

O procedimento de autorização prévia do investimento estrangeiro em França (IEF) será reforçado e alargado a fim de proteger melhor os sectores estratégicos.


O plano de ação também inclui medidas regulatórias e não regulatórias, bem como medidas fiscais, que estão incorporadas na Lei das Finanças de 2019.


L' Services - Balcão Unico do Emigrante

04.81.91.48.95

37 Rue des martyrs de la résistance

69200 Venissieux

www.lservices.fr/marcar-rdv

www.facebook.com/lserviceslyon

@CLServiceslyon

19 visualizações