Buscar
  • Carla LOBAO - L' Services

Franchising: Os principais tópicos para abrir o seu negócio!

Identificar o Franchisador, descobrir o estatuto mais adequado, estabelecer o plano de negócios, tudo terá de ser planeado de forma a garantir as melhores chances de sucesso. O processo leva em média 12 meses . Mas se nos focarmos na criação de um hotel de 5 estrelas este pode demorar quase 2 anos, enquanto que num projecto sem um investimento elevado demorará apenas 4/6 meses. Logo a duração da criação do seu franchising depende do financiamento requerido.


1) Escolha o sistema de franchising

Antes de optar por um franchising, é essencial entender os seus princípios :

É um modelo de desenvolvimento de rede baseado num acordo de colaboração entre 2 empresas independentes, franchisador e franchisado, cada um com um papel específico. As boas práticas e a conduta são descritas em pormenor no código de ética europeu reconhecido pelos tribunais. A primeira concede assim à segunda o direito de criar um negócio de acordo com o seu conceito. Se existem requisitos - em particular, uma taxa, incluindo taxas de entrada e patenteação - há também vantagens: o franqueador fornece know-how, ferramentas, notoriedade, assistência, etc. Ele também oferece formação , comunicação e ferramentas de marketing. Antes de iniciar o seu franchising, informe-se detalhadamente sobre os respectivos direitos e obrigações. Embora a fórmula potencialmente acelere o desenvolvimento de uma empresa, ela também impõe restrições, incluindo a compra de fornecedores referenciados.

2) Opte por um sector específico

As redes de franchising abrangem serviços, vendas ou know-how técnico (conceitos, conhecimentos e experiência relativos a operações ou processos úteis para a produção de um produto ou serviço) em diversas áreas: habitação, restauração, pronto-a-vestir, alimentação,

serviços pessoais,automóvel, etc. Saiba mais sobre o mercado, concorrência, tipos de clientes e hábitos de compra. Atraves de um estudo de mercado, consegue avaliar o potencial económico de uma zona geográfica. Analisar tendências na imprensa ou em sites especializados. Muitas estruturas - as câmaras de comércio e indústria, a Agence France Entrepreneur, que faz parte do BpiFrance desde janeiro, ou associações de apoio criativo - apoiam este tipo de abordagem. Se alguns sectores são mais promissores do que outros, este critério por si só não é suficiente. As aparências podem ser enganadoras. Um sector como o dos cigarros electrónicos foi um sucesso, mas depois desabou rapidamente. Por conseguinte, é essencial ter em conta as suas competências e aspirações. As capacidades financeiras de que dispomos também são um factor . As escolhas devem centrar-se em redes que correspondam às oportunidades de investimento.

3) Escolha o franchisador

Que redes oferecem serviços de qualidade ou produtos inovadores? Quais parecem ser confiáveis, rentáveis e de acordo com as suas ambições? Que apoio recebem os seus membros? Para comparar o discurso oficial do franchisador com a realidade, visite vários sites. Prepare as perguntas que serão usadas na análise da situação. O franchisador também comunica os resultados da pesquisa de mercado. Analise o documento de informação pré-contratual (PID): franquias abertas, volume de negócios, organização, etc. Reveja as pesquisas de satisfação de franchisados e clientes.

Um Advogados, notário ou contabilista especializado em franchising irá ajudá-lo a analisar as cláusulas de não concorrência, exclusividade, fornecimento exclusivo e cláusulas de saída.

A transmissão do saber-fazer deve ser objecto de uma descrição precisa: remuneração e método de cálculo, instrumentos de comunicação (publicidade no ponto de venda e nos meios de comunicação, mailings, etc.), formação etc.

4) Construir o projeto de franchising

Todos os dados analisados são usados para elaborar o plano de negócios e estabelecer o orçamento provisório. A fim de permanecer realista e evitar decepções, o equilíbrio calculado - ou ponto de equilíbrio - deve corresponder ao nível da hipótese mais baixa fornecida pelo franchisador. No plano de financiamento, devem constar a capacidade de investimento (contribuição, créditos, subsídios, etc.) e os encargos (locais, de desenvolvimento, etc.). O potencial franchisado cria igualmente a sua própria empresa e realiza as etapas tradicionais, em especial a escolha do estatuto da empresa em função do investimento previsto e do número de parceiros. Mais uma vez, é melhor recorrer a um especialista.

5) Abrir o seu franchising

O franchisador encontra-se disponivel para ajudá-lo a identificar o local ou mesmo para validar a sua escolha. Esta pesquisa leva em conta o custo, a taxa de participação , a concorrência na vizinhança, o equipamento e as restrições de inventário. Este também é o momento de assinar o contrato de franchising, cuja aplicação está sujeita à obtenção de empréstimos. A partir daqui , o franchisador está presente para apoiar a implementação , oferecer assistência e formação. Este processo pode durar dias ou vários meses, dependendo das redes. Deve assegurar que a campanha de lançamento e promoção seja implementada conforme previsto nas especificações. Algumas redes delegam um mediador para apoiar o franchisador na gestão de recursos humanos e todos os outros aspectos fundamentais na abertura do seu franchising.


Sectores de actividade em crescimento:

O que funciona corresponde às tendências gerais da economia: bem-estar (nutrição, fitness), automóveis (reparação, manutenção, aluguer, lavagem), bicicletas eléctricas, habitação (piscina, varanda, jardim, decoração, etc.), renovação energética, fast food. Destacam-se no BtoB (comércio entre 2 empresas), serviços às PME (comunicação, criação de websites, etc.) ou sectores muito especializados, como a manutenção de plataformas elevatórias de carga.


L' Services - Balcão Unico do Emigrante

04. 81 .91 .48 .95

37 Rue des martyrs de la résistance

69200 Venissieux

www.lservices.fr

www.facebook.com/lserviceslyon

@Carla_lobao_lservices

36 visualizações